dat CERCIAG | Conferência de encerramento do projecto RESPONSE – Serviços Responsivos

Notícias

Conferência de encerramento do projecto RESPONSE – Serviços Responsivos

No dia 20 de Fevereiro realizou-se em Bruxelas a conferência de encerramento do projecto RESPONSE – Serviços Responsivos na área da violência de género para mulheres e raparigas com deficiência, projecto ao abrigo do Programa Erasmus+ - "Partnership for Cooperation in the field of Education and Training", com coordenação da European Association of Service providers for Persons with Disabilities (Bélgica) e com entidades parceiras da França, Hungria, Lituânia, Polónia, Espanha e Portugal (FENACERCI), e teve como objetivo apresentar os impactos do trabalho desenvolvido nos últimos dois anos no combate à violência de género contra mulheres com deficiência.

A CERCIAG integrou o Painel I – Derrubar barreiras: Explorando a abordagem do projecto RESPONSE para apoiar mulheres com deficiência vítimas de violência, apresentando a sua experiência na dinamização dos Workshops em Portugal, o impacto nos diferentes grupos alvo participantes, assim como algumas conclusões resultantes deste trabalho.

Do projecto resultará um Manual formativo e um Curso online que permita replicar o trabalho piloto desenvolvido com os workshops, tendo como objectivo proporcionar reflexões conjuntas, sensibilização e reforço das capacidades entre os prestadores de serviços para pessoas com deficiência, dos diferentes sectores da saúde, social, jurídico, educação e com as próprias mulheres com deficiência, acreditando que este intercâmbio de conhecimentos permite a criação de espaços colaborativos para a aprendizagem conjunta, a cooperação e as respostas efectivas a estas questões.

O RESPONSE MOOC estará brevemente online, de acesso gratuito, contendo os módulos de formação que permitam adquirir os conhecimentos, aptidões e competências para desenvolver serviços sensíveis em violência doméstica; a aprendizagem sobre como as mulheres com deficiência podem ser envolvidas neste processo; e ser informado/a sobre como alcançar melhor cooperação, integração e coordenação de serviços para promover melhor qualidade de vida a mulheres com deficiência.

Das principais necessidades já identificadas para o desenvolvimento de serviços que respondam às mulheres com deficiência que enfrentam situações de violência, destacamos a criação/ revisão de políticas e legislação inclusivas; a acessibilidade dos serviços, designadamente acessibilidade cognitiva; a cooperação interinstitucional; a formação e capacitação; a recolha e tratamento de dados; o empoderamento e participação das mulheres; a consciencialização e prevenção, nomeadamente através de diferentes campanhas; e a cooperação internacional.

As recomendações para que os decisores políticos, quer europeus quer nacionais, promovam o desenvolvimento de serviços sensíveis ao género para mulheres com deficiência que enfrentam problemas de violência são várias, passando, invariavelmente, entre outras, pelo reconhecimento da necessidade de financiamento a projectos e iniciativas designadamente na prevenção, na formação e capacitação; no foco nas políticas relacionadas com os direitos das pessoas com deficiência, igualdade de género, prevenção da violência, justiça e inclusão social; na recolha e tratamento de dados e na monitorização e avaliação das políticas e práticas implementadas.

Não obstante o encerramento do projecto, os instrumentos que dele resultaram permanecerão para uso de todas as pessoas e entidades interessadas e podem ser consultados nas redes do RESPONSE.

#MyStoryMatters
Vídeo da Campanha de sensibilização RESPONSE
RESPONSE Facebook
RESPONSE website