Notícias

Dr. Américo Dias Barata Figueira
2022-05-25

AGRADECIMENTO

Por testamento lavrado em cartório notarial, o Dr. Américo Dias Barata Figueira e a Esposa, Dra. Esmeralda Barata Figueira, legaram à CERCIAG um apartamento sito em Mourisca do Vouga, Águeda.

O legado que nos deixaram honra-nos, dignifica o trabalho que fazemos, contribui de modo efetivo para a prossecução daquela que é a nossa Missão, e dele queremos dar testemunho à comunidade, a mesma comunidade que partilharam connosco, onde viveram e marcaram presença, expressando publicamente a nossa mais profunda gratidão.

O destino que será dado ao imóvel, e as iniciativas formais que serão tomadas para perpetuar o legado e o nome do Dr. Américo Barata Figueira e da Esposa, porque assim o exigem os Estatutos, serão levados a deliberação da Assembleia Geral da CERCIAG e divulgados oportunamente.

E para que a memória se não perca, Américo Dias Barata Figueira nasceu em 1937, em Padrões, Pampilhosa da Serra e faleceu em Águeda, em dezembro de 2017.
Licenciou-se em História e Ciências Pedagógicas pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra em 1965, tendo dedicado a sua longa vida profissional (1967 a 2003) à docência no ensino liceal, técnico e secundário. Em Águeda foi ainda Vice-Diretor dos Cursos Noturnos, Presidente do Conselho Diretivo e Diretor da Biblioteca Escolar.

Sócio de várias coletividades foi, com a sua Esposa, Associado da CERCIAG até ao seu falecimento, tendo exercido o cargo de Secretário da Assembleia Geral desta Cooperativa. Desempenhou o cargo de membro do Conselho Fiscal da Rádio Botaréu, do Corpo Redatorial do Jornal Republicano Independência de Águeda e de vários Órgãos Sociais do Cancioneiro de Águeda. Co-Fundador da ADERAV - Associação para o Estudo e Defesa do Património Natural e Cultural da Região de Aveiro, integrou a sua primeira Direção.

Com um currículo vastíssimo, Américo Dias Barata Figueira, além de Professor de História, foi autor de vários estudos de História Local, em particular da região de Águeda. Publicou artigos nas revistas ADERAV e ANATA, bem como nos jornais Independência de Águeda, Soberania do Povo e Região de Águeda. Paralelamente, organizou e participou em vários eventos culturais, exposições, congressos, encontros e ações de formação, tendo apresentado diversas comunicações. Deixou publicada considerável obra.
Socorremo-nos das suas palavras quando dizia: “as palavras voam, os escritos permanecem”. Assim permanecerá também, saudoso Professor, a sua generosidade na nossa memória e no nosso futuro.

O Conselho de Administração da CERCIAG